Emergência em Manaus

Em 14 de janeiro de 2021, explodiram nas mídias sociais vídeos de parentes de pacientes e de profissionais de saúde desesperados, denunciando a falta de oxigênio nos hospitais de Manaus, AM. Vários pacientes morreram por não ter acesso a oxigênio, incluindo não apenas pessoas contaminadas com Covid-19, mas também com outras enfermidades. Por exemplo, bebês prematuros que dependem do recebimento de oxigênio também se encontram em grande perigo. Em razão disso, surgiram diversas mobilizações da sociedade civil, artistas e da sociedade como um todo para arrecadar fundos para a compra de bombas de oxigênio e também para denunciar a situação, causada pelo descaso do governo e pela pressão de setores contrários às necessárias medidas de isolamento social.


Aqui publicamos dois exemplos de campanhas com informações de organizações que estão recebendo doações para realizar a compra das bombas de oxigênio.

Além disso, diversos grupos estão realizando protestos, como o panelaço ocorrido no dia 15 de janeiro, chamado por atores de diversas orientações ideologicas, desde a Frente Brasil Popular e a Frente de Evangélicos pelo Estado de Direito até o Movimento Brasil Livre e Vem pra Rua:

Outras formas de mobilização online também estão aparecendo. Um exemplo é o uso da hashtag #manauspedesocorro no Twitter para dar visibilidade aos acontecimentos. Também foram lançadas campanhas para o envio massivo de e-mails e telefonemas, com o objetivo de pressionar os ministros da Saúde e da Defesa a tomarem providências.


AÇÃO SOLIDÁRIA CUCA UFAM

O Centro Universitário e Cultural de Agronomia (Cuca), da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), também decidiu iniciar uma ação solidária para ajudar os profissionais de saúde da cidade, além de parentes de pacientes internados nas unidades de saúde da cidade.

Os interessados em ajudar a ação solidária da Cuca UFAM podem receber mais informações através da página da campanha no Instagram @cuca.ufam e as doações podem ser feitas via transferência PIX com o número 92 984213996.


GOVERNO RECEBE DOAÇÕES

Para receber as doações feita pela população, o Governo do Amazonas informou que estabeleceu um canal para concentrar as doações de oxigênio para as unidades de saúde, em parceria com a Prefeitura de Manaus e o Governo Federal. O grupo, formado por profissionais da Casa Civil, da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) e da Defesa Civil do Amazonas, tem o objetivo de agilizar a logística para garantir o abastecimento.

Empresas e pessoas físicas, de Manaus ou de outros estados do Brasil, interessadas em doar oxigênio para o estado, podem obter informações através dos contatos: (92) 99220-2712, (92) 99455-2001, (92) 99182-8974.

Para receber a ajuda, em Manaus, a secretaria informou que abriu dois pontos de entrega:

A sede da Central de Medicamentos do Amazonas (CEMA) – na Avenida Duque de Caxias, 1.998, bairro Praça 14 – deve ser procurada para doações de medicamentos, insumos descartáveis e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).

Podem ser doados à Cema luvas cirúrgicas, luvas de procedimentos, toucas, aventais descartáveis e cirúrgicos, sapatilhas descartáveis, máscaras de todos os tipos e insumos para intubação traqueal, além de glicose, sulfato de magnésio e heparina sódica.

Ela funciona de 8h às 17h, de segunda-feira a sábado. Outras informações podem ser obtidas pelo e-mail direcaocema@saude.am.gov.br e nos telefones (92) 3131-2802 e 3131-2800.

No galpão da Gerência de Patrimônio (Gepat) da secretaria – localizado no anexo da Cema -, podem ser entregues materiais de uso permanente, como móveis, colchões, equipamentos, oxímetros e demais aparelhos hospitalares. Ele funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, e o contato com a gerência de patrimônio para formalizar as doações pode ser feito pelo e-mail gepat@saude.am.gov.br.

*Apenas doações de produtos perecíveis, como alimentos prontos, devem ser entregues diretamente nas unidades de saúde.


NOTA PÚBLICA DO CONSELHO NACIONAL DE SAÚDE

O CNS divulgou, em 15/01/2021, nota manifestando sua indignação com a situação enfrentada em Manaus. No documento, o Conselho reforça que, para além de recursos materiais e financeiros, para que o Sistema Único de Saúde possa funcionar adequadamente é preciso força de trabalho e coordenação integrada, articulada e uniforme das suas ações. O Conselho evidencia que é preciso que governos federal, estadual e municipal atuem em conjunto e, afinal, cumpram com o decreto de calamidade pública e decretem lockdown para conter o avanço da doença. Leia a nota completa aqui.


FAMOSOS E ANÔNIMOS SE MOBILIZAM PARA AJUDAR COM ENVIO DE OXIGÊNIO A MANAUS

Celebridades e influencers brasileiros iniciaram uma mobilização para doar respiradores para o estado do Amazonas, que vive um colapso na saúde por conta da falta de oxigênio para o tratamento de pacientes diagnosticados com Covid-19. Pelo Twitter, o comediante Whinderson Nunes informou que providenciou 20 cilindros de 50 litros do material para as unidades de saúde de Manaus e incentivou outros colegas a também fazerem doações.


COLETA DE DOAÇÕES – VISÃO MUNDIAL BRASIL

Mais de um mês após os vários relatos que denunciaram a situação do sistema de saúde em Manaus, o cenário de alerta ainda não mudou. Em razão disso, a organização Visão Mundial iniciou uma coleta de doações com o objetivo de adquirir e distribuir insumos para os profissionais de saúde, tais como cilindros de oxigênio e EPIs; kits de higiene e limpeza para as famílias manauaras; e alimentos para pessoas em situação de vulnerabilidade.

Fonte: Visão Mundial

MUTIRÃO DO BEM VIVER

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close